Somos Pais de Primeira Viagem

Posts Tagged ‘mãe

Vó Vera
Vó Vera

Neste domingo, dia 26/07 é o dia das avós. Estranhamente é a primeira vez que estou ouvindo falar nisso. Não sei se porquê agora meu ouvido capta tudo relacionado a bebê, mamãe, papai, gravidez, vovós e vovôs, titios e titias ou se porquê é uma nova data comercial, ops… quero dizer, “data comemorativa para agregar as famílias”! :)
Seja por uma razão ou por outra, eu descobri que existe esse data e já que temos duas novas vovós no pedaço quero fazer uma singela homenagem às duas.

Môta
Môta

A Dona Vera e a Dona Carolina, ou Vó Vera e Môta como provavelmente elas serão chamadas muito em breve.

Um grande beijo muuuuito carinhoso às duas, que são duas das maiores responsáveis por tudo isso que está acontecendo de bom na minha vida e na da Bruna!!

Hoje pela primeira vez eu senti de verdade ela se mexendo! :)
A Bruna já vinha me chamando há tempos para sentir, mas eu nunca sentia. Hoje deu para sentir MUITO ela se mexendo, e olha que é mais de meia-noite já. Essa menina vai ser baladeira, tô enrolado!
As mães que lêem um post desse devem pensar: “nossa, como os homens se contentam com pouco”… E é pouco mesmo nesse caso, mas não tem como ser mais do que isso! ;)
Já ouvi mais de uma vez as grávidas e mães reclamarem que “não é justo que a mulher sinta enjoo, dor nas costas e nas pernas, cãimbra à noite etc. e os homens não sintam nada”. Bom, é verdade. Mas nós também não sentimos um bebê crescer e se mexer dentro da gente! Acho que podemos chamar de empate técnico!

Bom, é isso aí! Queria registrar o momento da primeira mexida!

de frente 4D

de frente 4D


Na semana retrasada (sim , demorei um pouco para atualizar o blog e vocês já vão entender porque nos posts seguintes) fizemos o ultrassom morfológico do segundo trimestre. Neste exame é feita uma análise mais detalhada dos orgãos do bebê e dá para ver com muito mais nitidez – pois o bebê já está maior – as mãozinhas, os pezinhos, cada um dos órgãos (e nesse caso eu acredito no que o médico está falando, pois não consigo diferenciar bexiga de estômago naquela imagem) e até o perfil do rostinho dela.
perfil 4D

perfil 4D


Mais legal ainda desta vez foi o tal 4D (ainda não me conformei com esse nome, mas tudo bem, vamos lá) que já deu uma noção muito melhor de como é o rostinho dela. Ainda está com aquela “carinha de joelho”, mas já dá para começar a ver como ela será e pelo que já vi dos ultrassom morfológico do último trimestre, acho que já vamos conseguir “conhecer” o nosso bebê até antes do nascimento.

futuro hoje

futuro hoje

Olha só como ela deve ficar no futuro não tão distante….

…. de pijamas! :)

pensando na roupinha

pensando na roupinha

… vendo as roupinhas para o bebê!

Muitas opções, da mais simples à mais perua, da mais cara à mais barata.

O duro é saber que uma roupa tamanho RN não vai durar nem um mês! :)

foto com imagem do som

foto com imagem do som

O nome é meio complicado, mas foi esse o exame tenso que fizemos nesta quinta-feira, dia 26.

É um ultrassom para analisar a boa-formação do bebê e identificar possíveis anomalias, como síndrome de down, por exemplo. Entre outras coisas, mede o colo uterino, sinais de vitalidade, orgãos, contorno craniano etc.

Além disso, tivemos acesso também ao famigerado ultrassom 4D. Na verdade, é um 3D em tempo real, que mostra uma versão composta e renderizada da imagem do útero que está sendo gerada pelo ultrassom. É muito interessante e gera imagens incríveis.

Bebê em "4D"

Bebê em "4D"

Um outro exame que é feito é o de transluscência nucal. Esse exame mede o tamanho do pescoço do bebê, considerando uma quantidade de líquido que se acumula na nuca. Essa medida precisa ser tomada entre a décima-segunda e décima-quarta semana de gravidez, pois os valores são comparados com um banco de dados coletado de fetos com essas idades. Felizmente o laudo indica que esse número está dentro dos padrões e diminui em muito a chance de que o nosso bebê seja portador de algum dos tipos de síndrome indicados por esse exame! :)

Foto de Perfil

Foto de Perfil

O que foi legal durante o exame é que para algumas das medidas o bebê precisa estar em uma posição específica e, depois de tentar por mais de 20 minutos sem conseguir que ele ficasse na posição necessária (que era de lado para a medida de transluscência nucal), a média nos pediu para que fôssemos tomar um café-da-manhã e andar um pouco para ver se depois o bebê estaria na posição correta. E não é que na volta ele estava do jeitinho que precisávamos e nos deu essa bonita foto de perfil!

O melhor de tudo é que esse tempo todo de tentativa para pegar a posição ideal do bebê nos deu um “super excitante” vídeo de 40 minutos do ultrassom! hehehehe…

coluna vertebral

coluna vertebral

Como eu havia dito no último post o bebê deveria ter em torno de 6cm, mas na verdade ele tinha mais. A médica mediu 7cm e um peso estimado de 66gr.

Ao final perguntamos se já seria possível identificar o sexo do bebê e a médica disse que tentaria procurar por “evidências” e ela acabou dando um chute com base no exame da genitália do bebê e disse que o provável sexo é…

A Bruna está assinando uma newsletter bem legal do site Guia do Bebê e a cada nova semana de gestação recebemos informações sobre o que está acontecendo com o bebê.

Sobre a décima-segunda semana ele comenta entre outras coisas:  “A face do bebê já tem aspecto humano.” UFA!!!! Isso me tranquiliza demais… já pensou se tivesse aspecto alienígina?? Pensando bem, no último ultrassom até que tinha um aspecto alien…Não gostaria que ele ficasse assim! :)

Também está na newsletter:  “Agora a mamãe já não sente enjôos ou azias…” Hmmmm…. não é bem verdade!

O mais legal é que ele já deve ter o dobro do tamanho que tinha no ultrassom de 10 semanas, o que daria impressionantes 6 cm!!

;)


novembro 2019
S T Q Q S S D
« set    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Twitter do Dani

Blog Stats

  • 200.955 hits