Somos Pais de Primeira Viagem

Posts Tagged ‘grávida

bercinho

bercinho

Finalmente!

Já estava agoniado porque já passamos da hora de comprar o bercinho. Como a maioria das empresas pedem 30 dias úteis ou até 45 corridos para a entrega, isso já nos leva para algum dia nas semanas 36 e 37, ou seja, bem em cima da hora. Os outros móveis vamos mandar fazer, com um prazo bem próximo desse. Está corrido, mas o nosso nenê vai ter um lugarzinho lindo pra ficar!

Isso me lembra: ainda não temos um nome! :(

mamãe de tornozelo zoado

mamãe de tornozelo zoado


Há alguns dias atrás a Bruna colocou um post contando de um tombo que ela levou ao descer do fretado que tráz ela de volta do trabalho. O tornozelo ficou inchado um tempão, mas estava melhor.
Pois é… Estava…
Nesta sexta-feira, ao descer do ônibus em Joinville depois de 8 horas de viagem, com os pés inchados e num baita frio às 6:30 da manhã ela torceu feio o tornozelo. Muito em razão do péssimo estado de conservação que a prefeitura de Joinville mantém a rodoviária, que tinha vários buracos na área de desembarque de passageiros.

A foto com cara de nona, na verdade é da mamãe! :

começo da reforma

começo da reforma


Uma das maiores mudanças que já estamos passando por conta da nossa gravidez é a reforma do nosso apartamento. Como temos apenas dois quartos e um deles, que é o do casal, já está totalmente tomado por uma cama e o guarda-roupa, precisamos arrumar um jeito de usar o segundo quarto para o bebê. Estamos então fazendo uma reforma no apartamento: a (já antiga) sacada está virando escritório conjugado com a sala o banheiro de empregada está virando despensa e colocamos armários na cozinha e estante na sala, tudo para conseguir espaço para tudo que precisamos mover do segundo quarto.
meio da reforma

meio da reforma


Além de mover algumas coisas já doamos muitas outras, de roupas a livros. Mesmo assim ainda falta espaço. Ou temos coisa demais ou espaço de menos. Ou as duas coisas! :)
Bom, o fato é que não é fácil reformar uma apartamento enquando se mora nele. O espaço é muito restrito e chegar em casa à noite depois do trabalho e encontrar a sua sala toda empoeirada não é agradável, mas como gosto de fazer, olhando pelo lado bom da coisa, temos um apartamento que é nosso e o primeiro passo para dar um lar à nossa filhinha!

Hoje pela primeira vez eu senti de verdade ela se mexendo! :)
A Bruna já vinha me chamando há tempos para sentir, mas eu nunca sentia. Hoje deu para sentir MUITO ela se mexendo, e olha que é mais de meia-noite já. Essa menina vai ser baladeira, tô enrolado!
As mães que lêem um post desse devem pensar: “nossa, como os homens se contentam com pouco”… E é pouco mesmo nesse caso, mas não tem como ser mais do que isso! ;)
Já ouvi mais de uma vez as grávidas e mães reclamarem que “não é justo que a mulher sinta enjoo, dor nas costas e nas pernas, cãimbra à noite etc. e os homens não sintam nada”. Bom, é verdade. Mas nós também não sentimos um bebê crescer e se mexer dentro da gente! Acho que podemos chamar de empate técnico!

Bom, é isso aí! Queria registrar o momento da primeira mexida!

de frente 4D

de frente 4D


Na semana retrasada (sim , demorei um pouco para atualizar o blog e vocês já vão entender porque nos posts seguintes) fizemos o ultrassom morfológico do segundo trimestre. Neste exame é feita uma análise mais detalhada dos orgãos do bebê e dá para ver com muito mais nitidez – pois o bebê já está maior – as mãozinhas, os pezinhos, cada um dos órgãos (e nesse caso eu acredito no que o médico está falando, pois não consigo diferenciar bexiga de estômago naquela imagem) e até o perfil do rostinho dela.
perfil 4D

perfil 4D


Mais legal ainda desta vez foi o tal 4D (ainda não me conformei com esse nome, mas tudo bem, vamos lá) que já deu uma noção muito melhor de como é o rostinho dela. Ainda está com aquela “carinha de joelho”, mas já dá para começar a ver como ela será e pelo que já vi dos ultrassom morfológico do último trimestre, acho que já vamos conseguir “conhecer” o nosso bebê até antes do nascimento.

baby_girl

baby_girl

Agora (parece que) é certo! :)

Estávamos na expectativa de saber o sexo do bebê e, apesar da já termos um “chute” de 90% de nosso obstetra e outro de 75% da médica que fez o ultrassom morfológico, ainda restava uma pontinha de dúvida que não nos dava a certeza de sair comprando roupinha cor-de-rosa. Dessa vez o Dr. Zitron foi mais enfático e garantiu que é uma menina, então como diria Rachel e queria a Phoebe: “It´s a baby girl!” Agora já dá para começar a nos referirmos ao bebê como sendo “ela”, “a” bebê ou “a nossa filha” ou até pelo único nome que ela tem até agora: Bruniela! Ou grafado como Bruniella… ou Brunniela… hmmmm… Brunniella seria a melhor escolha segundo o meu Numerologista Particular. ;)

titia Thaís

titia Thaís

O exame foi mais tranquilo desta vez e a Bruna estva bem mais descontraída e relaxada. Acho que por causa da presença da Titia Thaís ao lado que ficou toda coruja vendo a sobrinha na telinha do consultório e ficou toda feliz ao saber que é uma menina e que o presentinho (que eu não sei direito se é um lacinho ou presilha para o cabelo, mas é definitivamente uma coisa para menina que vou ter que começar a aprender) que ela deu vai mesmo ser usado pelo nosso bebê.

Zitron e Vivi

Zitron e Vivi

Dessa vez também tiramos uma foto com o Dr. Zitron e a Vivi para apresentar a todos no blog aquele que será responsável por trazer a Brunniella a esse mundo!! :)

Daqui a duas semanas faremos mais um ultrassom morfológico e talvez dê para ver uma fotinha do rosto dela no 4D.

Té+ a todos!

quinze semanas de perfil

quinze semanas de perfil


Hoje fizemos mais uma consulta com o nosso obstetra e está indo tudo bem!

Pela análise da Transluscência Nucal (que deu 1,9cm) e compondo com a idade da Bruna e alguns outros parâmetros a chance de termos uma criança com alguma síndrome é de ~ 1/ 6700. Com essa chance não vamos arriscar a fazer uma amniocentese cuja chance de aborto é de ~ 1/100.

Fazendo as medidas do bebê também está tudo dentro do esperado das 15 semanas. As medidas tomadas são da cabeça e do fêmur e o ultrassom estima a idade do bebê com base nelas.

Dessa vez também o médico “chutou” o sexo do bebê. Ao procurar pelo sexo, ele identificou 3 pontinhos no ultrassom e perguntou para a assistente dele:  “o que significam esses 3 pontinhos? você sabe né?”. Enquanto isso eu já pensei:

– Três pontinhos? Um para cada bolinha e mais um para o pipi! É menino.

Fui auto-sugestionado e quando a assistente respondeu meninA eu entendi meninO. Mas logo o médico já repetiu e eu escutei:

– É meninA! :)

Para ter certeza do que ele estava falando eu disse:

– Posso começar a comprar roupa cor-de-rosa então?

E ele disse:

– Melhor esperar o próximo ultrassom! ;)

Mas tudo indica que teremos UMA catarrenta e não UM catarrento! :)

futuro hoje

futuro hoje

Olha só como ela deve ficar no futuro não tão distante….

…. de pijamas! :)

pensando na roupinha

pensando na roupinha

… vendo as roupinhas para o bebê!

Muitas opções, da mais simples à mais perua, da mais cara à mais barata.

O duro é saber que uma roupa tamanho RN não vai durar nem um mês! :)

foto com imagem do som

foto com imagem do som

O nome é meio complicado, mas foi esse o exame tenso que fizemos nesta quinta-feira, dia 26.

É um ultrassom para analisar a boa-formação do bebê e identificar possíveis anomalias, como síndrome de down, por exemplo. Entre outras coisas, mede o colo uterino, sinais de vitalidade, orgãos, contorno craniano etc.

Além disso, tivemos acesso também ao famigerado ultrassom 4D. Na verdade, é um 3D em tempo real, que mostra uma versão composta e renderizada da imagem do útero que está sendo gerada pelo ultrassom. É muito interessante e gera imagens incríveis.

Bebê em "4D"

Bebê em "4D"

Um outro exame que é feito é o de transluscência nucal. Esse exame mede o tamanho do pescoço do bebê, considerando uma quantidade de líquido que se acumula na nuca. Essa medida precisa ser tomada entre a décima-segunda e décima-quarta semana de gravidez, pois os valores são comparados com um banco de dados coletado de fetos com essas idades. Felizmente o laudo indica que esse número está dentro dos padrões e diminui em muito a chance de que o nosso bebê seja portador de algum dos tipos de síndrome indicados por esse exame! :)

Foto de Perfil

Foto de Perfil

O que foi legal durante o exame é que para algumas das medidas o bebê precisa estar em uma posição específica e, depois de tentar por mais de 20 minutos sem conseguir que ele ficasse na posição necessária (que era de lado para a medida de transluscência nucal), a média nos pediu para que fôssemos tomar um café-da-manhã e andar um pouco para ver se depois o bebê estaria na posição correta. E não é que na volta ele estava do jeitinho que precisávamos e nos deu essa bonita foto de perfil!

O melhor de tudo é que esse tempo todo de tentativa para pegar a posição ideal do bebê nos deu um “super excitante” vídeo de 40 minutos do ultrassom! hehehehe…

coluna vertebral

coluna vertebral

Como eu havia dito no último post o bebê deveria ter em torno de 6cm, mas na verdade ele tinha mais. A médica mediu 7cm e um peso estimado de 66gr.

Ao final perguntamos se já seria possível identificar o sexo do bebê e a médica disse que tentaria procurar por “evidências” e ela acabou dando um chute com base no exame da genitália do bebê e disse que o provável sexo é…


agosto 2020
S T Q Q S S D
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Twitter do Dani

Blog Stats

  • 201.354 hits